Relatório 2014

Edição 2014

  1. Tivemos 149 inscritos no evento. No final da jam  ficamos na 50º posição no ranking mundial e na 4ª posição nacional;
  2. Efetivamente tivemos 85 participantes. Um aumento de 31% de participantes em relação a edição de 2013.
  3. 18 projetos de jogos foram cadastrados
  4. 17 projetos foram submetidos e apresentados
  5. Todas as equipes trabalharam na sede
  6. Infelizmente não tivemos jogos analógicos nessa edição
  7. 73,7% dos jogos foram desenvolvidos usando Unity. Game Maker, Construct 2, RPG Maker VX Ace, Phaser e libEGL tiveram um jogo produzido;
  8. Ninguém trabalhou sozinho, todos formaram equipe. Quem não tinha equipe integrou equipes que já estavam parcialmente formadas;
  9. Menor equipe foi formada por duas pessoas, a maior equipe teve 11 pessoas. Em média as equipes ficaram com 5.1 integrantes, leve crescimento de 6.3% dos tamanhos das equipes;
  10. 84.7% dos jammers do sexo masculino,15.3% dos jammers do sexo feminino (13 participantes do sexo feminino)
  11. 63% de Porto Alegre, 7.8% São Leopoldo e 6.5% de Novo Hamburgo. Também tivemos participantes das seguintes cidades: Alvorada, Guaíba, Canoas, Gravataí, Campo Bom, Montenegro, Taquara, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Estrela e Portão. Tivemos participante de São Paulo, Itajaí e Curitiba.
  12. 57% declararam-se com habilidades de Game design, seguido de Programação (54%) e Arte 2D ou 3D (48%).
  13. 70% são estudantes. Desses 33.7% não informaram a universidade. Dos válidos 58.3% são estudantes da Unisinos, 27.8% da PUCRS, 25% da Feevale, 25% Senac RS e 22.2% da UniRitter. Também tivemos estudantes da UFRGS, OnByte, ESPM, UniLaSalle e Faculdade QI
  14. Tivemos participantes das empresas Grupo RBS, Otto Desenhos Animados, Aquiris, Kuupu, Procergs, Skahal Studios, Di’Studio, Gradium MS e Plan Marketing Digital.
  15. 68.4% dos estudantes cursam à graduação de Jogos Digitais. Tivemos alunos dos cursos de Ciência da Computação, Design Gráfico, Produção Multimídia, Publicidade, Análise de Sistemas, Física, Engenharia Mecânica e Relações Internacionais. Além de um mestrando em História.
  16. 91% dos participantes responderam a avaliação do evento;
  17. 71% consideraram a experiência excelente de participar de uma game jam (média 4.07);
  18. 39% acharam que aprenderam muitas coisas com a game jam (média 4.63%);
  19. 97% dos participantes  gostariam de participar novamente da game jam (e 3% talvez);
  20. 37% acharam bom o tema da game jam (satisfação média 75%);
  21. 29% acharam muito bom o talk do Beto Alves (satisfação média 76%);
  22. 25% acharam muito bom o talk do Maurício Centeno (satisfação média 70%);
  23. 41% acharam bom o coffe de boas vindas (satisfação média 85%);
  24. 41% acharam os chuveiros muito bons, sendo que 39% não usaram (satisfação média 91%);
  25. 19% acharam bons os dormitórios, sendo que 37% não utilizaram (satisfação média 71%);
  26. 21% acharam muito bom o Happy Station (satisfação média 75%);
  27. 71% acharam muito boa a segurança da universidade (satisfação média 92%);
  28. 29% acharam boa a Internet da universidade (satisfação média 62%).

Abaixo estão listados os pontos positivos da sede UNISINOS Porto Alegre:

  • O evento foi muito bem organizado e o foco ficou totalmente no desenvolvimento do jogo da GGJ.
  • Além do Auditório foram disponibilizadas várias salas de criação, o que achei muito bom.
  • A organização estava muito boa. Parabéns aos membros organizadores pelo ótimo trabalho. Bastante espaço, o crescimento evidente do evento, organizadores competentes, enfim, uma boa estrutura.
  • Pessoal atencioso.
  • Fácil acesso, lugar aberto e amigável.
  • É um lugar muito agradável. Achei excelente o restaurante.
  • É em Porto Alegre!
  • Ar condicionado.
  • Aauxilio 24h dos professores.
  • Live stream.
  • Mesas e cadeiras sobrando.
  • Disponibilidade de espaço.
  • Boa iluminação nas salas.
  • Estacionamento de graça.
  • Mesas e cadeiras para todos, dormitórios, local para compra de comidas, copa a disposição dos participantes, professores atenciosos.
  • É um ótimo espaço, com uma ótima segurança.
  • Organização, limpeza, localização, ambiente.
  • Poder sair pelo campus pra relaxar.
  • Boa localização.
  • Ótimo auxílio na hora de dúvidas em relação a postar o game no site da Jam.
  • Vestiário, banheiros e lancherias próximas do local de desenvolvimento.
  • O restaurante era muito bom.
  • Outro ponto legal foi o fato de ter algumas palestras antes da jam.
  • A organização melhorou muito comparado às outras edições. Os chuveiros tinham uma boa pressão e estavam numa boa temperatura. Melhor espaço de tempo entre a submissão do jogo e as apresentações. Mais espaço para os jammers e para dormir do que a Jam anterior. A confraternização antes da jam foi uma boa ideia.
  • Segurança
  • Banheiros próximos das salas de desenvolvimento.
  • A organização da sede esta excelente.

Abaixo estão listados os pontos negativos da sede UNISINOS Porto Alegre:

  • Internet mediana.
  • A velocidade da Internet/Rede poderia ser um pouco melhor
  • Ter que ficar relogando toda hora para acessar a internet.
  • Cadeiras da sala Santander desconfortáveis.
  • Falta de rede cabeada
  • Só um restaurante, que era um pouco caro, mas levando em conta que comida podia ser encomendada, não acredito que seja um ponto negativo de fato.
  • Os dormitórios não estavam muito isolados do acontecimento do evento, então rolou um pouco de barulho na hora de dormir.
  • O computador do auditório não ter uma entrada HDMI.
  • A energia falha por sobrecarga (uma única vez e foi resolvido em menos de 15 minutos)
  • Seria bom que as máquinas de café e refrigerante estivessem funcionando.
  • Pouca interação com pessoas de outros grupos
  • Os dormitórios não possuir camas
  • O chuveiro não ter nenhum local para largar as roupas.
  • Carteiras horríveis nas salas de criação, com estruturas de metal no lado direito inferior que atrapalharam na ergonomia;
  • Configurações de rede da UNISINOS que impossibilitaram o uso de SVN, GIT ou qualquer sistema de versionamento, o que atrapalhou enormemente o fluxo de trabalho da equipe;
  • Saídas de 220v quando o resto de Porto Alegre é 110v
  • Pouca variedade de alimentação no restaurante e valor altos em alguns alimentos.
  • Internet sempre caía, restaurante muito caro.
  • Única coisa ruim é que o chão da sala estava IMUNDO! Então não dava pra deitar ou sentar no chão 😦
  • Penso eu que o único ponto negativo fora a atenção focada nos grupos que ficaram na sala Santander, deixando aparentemente (minha opinião) os jammers instalados em outras salas mais “excluídos”.
  • Senti falta da dinâmica entre grupos de mesma função este ano. Pode parecer uma perda de tempo, mas não é. É super interessante fazer aquelas rodas e colocar o pessoal para conversar.
  • Não era permitido dormir nos sofás de unisinos, que para algumas pessoas que não tinha cama acabou sendo ruim
  • Algum tipo de geladeira seria útil para jammers que queriam colocar refri
  • O restaurante podia ficar aberto até mais tarde, e o horário do almoço poderia ser estendido também
  • Poderia ter pufes para as pessoas deitarem, poderiam ter dado lanches para o pessoal.
  • Falta de luz por 1h. (no sábado devido as fortes chuvas)

Sugestões para 2015, críticas e elogios:

  • Gostei muito da jam e parabéns a todos os organizadores que conseguiram fazer um evento organizado e divertido.
  • Seria interessante “pré-refrescar” as salas de desenvolvimento, antes mesmo dos alunos entrarem nelas pela primeira vez.
  • Tive muitos problemas com o ar condicionado. Nos dormitórios ele estava forte demais, e na sala que fiquei estava com problema e gelava demais.
  • Seria legal fosse feito ou incentivado formas do pessoal interagir melhor. Deixando ou as salas mais próximas ou fazendo mais áreas comunitárias, por exemplo.
  • Na apresentação dos projetos, todos os projetos poderiam ficar concentrados em 1 computador (potente) para facilitar a apresentação.
  • Melhor equipamento na hora de demonstrar os jogos.
  • Ter alguém como Jèsus Fabre gravando os grupos é muito bom sempre. E continuar como foi.
  • Melhorar a velocidade da internet.
  • Verificar a possibilidade de arrumar/trocar o projetor da sala Santander e de disponibilizar uma geladeira para guardar refrigerantes/sucos.
  • Na hora da apresentação exigir silencio e respeito com os colegas que se apresentam. Mas foi muito bom pedirem para criar uma apresentação de defesa do game, embora alguns nao tenham feito.
  • Palestras mais curtas antes do início do jam.
  • Melhoria da transmissão ao-vivo da apresentação dos jogos (tive alguns amigos reclamando da ausência de som e que a imagem estava ruim).
  • Deve se puxar a orelha dos jammers para que PRODUZAM seus próprios assets durante o período da Jam, ao contrário de trazer de suas casas já prontos.
  • Essa edição foi excelente e fico muito feliz que corrigiram todos os problemas da edição anterior. Muito bem organizado. Continuem assim!
  • Os chuveiros este ano estevão excelentes, a rede elétrica estava bem melhor também. A organização está de parabéns, não saímos do cronograma, o tema foi liberado na hora e as apresentações também começaram sem atrasos. A infra em geral melhorou bastante em comparação ao ano passado. Uma coisa legal pro ano que vem, seria ver o projetor, ele apresentou mal contato durante as apresentações, o que fez a imagem ficar meio ruim em alguns momentos. Uma entrada HDMI seria uma boa pedida.
  • Disponibilizar mais duas salas e deixar os participantes à vontade para escolherem aonde dormirão.
  • Um crachá melhor. Barras de progressão nas áreas: programação, artista, game designer e som, para as pessoas preencherem e terem um quebra-gelo na hora de interagirem. Uma revista de tele-entregas disponível aos jammers. Padronização na hora de apresentar. Peça que todos os grupos coloquem seus jogos no computador que está ligado ao data show. Outra alternativa é encorajar as pessoas a fazerem vídeos de gameplay; a recomendação da saída de 2h não faz sentido algum. Fui pra casa todos os dias para dormir e foi maravilhoso para minha produtividade. A separação de dormitórios por gênero. A proibição do álcool durante o evento. OK, eu entendo. UNISINOS é uma instituição de ensino e uma das regras dos campi é que o consumo de álcool em seus limites é proibido. Isso é completamente compreensível. Sugiro mais tato e menos autoritarismo nos emails.
  • Melhores cadeiras e internet. Não são vitais, mas foram os únicos negativos aparentes.
  • Seria muito legal que houvesse a possibilidade dos jammers terem acesso a um bar/restaurante/lancheria 24hrs.
  • A Jam foi muito boa, ótima localização, boa infra-estrutura, todos estão de parabéns!
  • Parabéns ao João e à toda equipe por, novamente, conseguirem disponibilizar toda a estrutura para nós, jammers. Tenho certeza que o esforço para tanto não é pequeno e merece reconhecimento. Sugestão: agora que temos vestiários e chuveiros, que tal uns ganchinhos nas portas para pendurar toalhas e roupas?
  • Um dos pontos que poderiam ser melhorados é melhorar a interação entre os grupos…e o feedback dos jogos. Claro que isso será votado e comentado, o que é beem legal, mas falo para essa troca ser melhorada durante a JAM. Tenho uma idéia de fazer o seguinte. A ideia seria para que todos jammers pudessem jogar alguma build dos jogos que estão sendo produzidos, então uma pasta é compartilhada num dropbox da vida, e quem quiser que seu jogo for testado / jogado / experimentado pelos outros, sobe o arquivo. Então, os outros jammers podem jogar e a partir disso pode comentar e abrir uma porta trocar uma ideia com os outros. Resumidamente, de uma forma anônima tu sabe quem está disposto a trocar uma ideia sobre suas produções, espero ter sido compreendido.
  • Achei excelente que as sugestões do ano passado foram levadas em conta e tornaram-se melhorias neste ano, como a disponibilidade das salas de criação e o chuveiro que melhorou muito (só poderia ter uma estrutura melhor para poder pendurar as roupas ou um banco). Minha sugestão é que ano que vem todas essas melhorias continuem.
  • Espaço amplo e arejado, banheiros limpos, ótima organização.
  • Vender ou conseguir patrocínio para energéticos.
  • Foi tudo muito bom, só tem que melhorar a questão da alimentação que é bem cara e não tem muitas opções.
  • Continuem assim.
  • Preços menores nos alimentos por falta de locais próximos fora da universidade. Uma diversidade um pouco maior no cardápio do Happy Station nos momentos que não forem de almoço.
  • Agradeço aos professores, os funcionários da Unisinos, ao pessoal das empresas que apoiaram o evento, que mais venham no futuro. O evento melhorou nesse ano, e espero que continue a crescer.
  • Os banheiros estavam ótimos. A organização e os esclarecimentos foram muito bons. Ter começado só às 19:00 foi um tanto estressante para quem já tinha experiência com jams, talvez se os talks ocorressem mais cedo, de modo a não diminuir o tempo de desenvolvimento, fosse melhor.
  • Acho que na próxima edição poderiam colocar camas nos dormitórios, talvez pufes mas algo para pelo menos no precisarmos dormir no chão, também poderiam fazer algum lugar para largar as roupas nos chuveiros.
  • Limpeza das salas antes do evento. O evento foi muito divertido e produtivo! Ótima organização e espaço criativo.

Sugestões de 2012-2014 implantadas em 2015

Surpresa para o dia da jam 😀

TOTALMENTE

  • Em 2014 teve várias outras game jams incluindo com espaços físicos para desenvolvimento (Ludum Dare em Novo Hamburgo e na UniRitter). Também organizamos a game jam do SBGames e uma jam sobre sustentabilidade no Instituto Humanitas/UNISINOS;

Sugestões de 2012/2013 implantadas em 2014

  • TOTALMENTE
    • Possibilidade de ficar aberto durante a noite;
    • Seria interessante se o evento fosse realizado no auditório. O pessoal se dividiu nas salas, e mesmo dentro das salas, a interação não foi tanta o quanto poderia ser;
    • Gostei das premiações, apesar de não ser competitivo;
  • PARCIALMENTE
    • Ampliar divulgação em outras faculdades onde poderiam haver interessados, como a PUC, Feevale, ESPM e UFRGS. (as coordenações dos cursos foram contatadas, algumas pessoalmente solicitando para efetuar a divulgação. Usamos mais intensamente as redes sociais. Para ampliar a divulgação teríamos que aumentar os custos com impressos, logo iríamos necessitar cobrar inscrição ou ter patrocínio)
    • Fazer um cartaz com os horários e localizações próximas ao evento. (não entendi :-D) (procuramos colocar impresso informações gerais sobre alimentação, local pra dormir)
    • Estudar uma possível liberação dos chuveiros do ginásio do colégio Anchieta para que os Jammers possam se renovar (ficar mais limpos); (os banheiros do Anchieta ainda não conseguimos :-))
  • DEIXADA PARA 2015
    • Fazer outra jam, talvez não incentivado pela IGDA, ainda neste ano;
      • Logística de uma jam nesse formato é muito complexa de ser feita mais de uma edição anual. Outras jams existem. O chapter pode ajudar na divulgação das jams. Tivemos várias jams em 2014 destacando a SBGames Jam.
    • Que a premiação fosse feita no dia ao estilo “the oscar goes to”;
      • Em função do horário é dificil contabilizar os votos no final do evento e já divulgar no final
    • Façam na Unisinos de São Leopoldo, mesmo para quem mora no centro de POA é muito mais fácil ir até a Unisinos de São Leopoldo do que a de POA.
      • A maioria mora em POA e acha o acesso mais fácil. Até o presente momento, em termos de infra é mais fácil realizar em POA também.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s